sábado, 30 de julho de 2011

INDÍGENOUS: O Blues Rock dos Sioux

Indígenous
O nome desse grupo de imediato parece um tanto esquisito para uma banda de rock,más é isso mesmo,o Indígenous é formado por descendentes dos Sioux e foi agrupado na metade dos anos noventa em uma reserva indígena de Yankton em South Dakota /U.s.a,formam o Indígenous os seguintes músicos: Mato Nanji{Standing Bear}(Vocais e Guitarra),Pte{Little Buffalo Man}(Baixo),Wanbdi Nanji {Good Eagle Woman}(Bateria e Vocais irmã de Mato Nanji) e Horse(Percussão). Não pensem que essa turma fáz música pra dança da chuva,nada disso,o Indígenous manda muitíssimo bém um Blues Rock super competente com destaque é claro para o guitarrista "Mato Nanji". Imaginem rock'n'roll,blues e boogie em perfeita harmonia com influência direta de Jimi Hendrix e Steve Ray Vaughan. O grupo com mais de quinze anos de carreira já gravou  nove álbuns e dois Ep's o que lhe credencia como uma das melhores bandas dos anos noventa. Mato Nanji,já foi considerado inúmeras vezes revelação e mehor guitarrista do ano apontado por algumas revistas especializadas,é que realmente o cara toca pra caramba. Bom chega de conversa,corra atrás dos discos do Indígenous o quanto antes,vale muito a pena.

Discografia de álbuns:
Live....Blues from the sky(1997)
Things we do(1998)
Live @  pachyderm studio 1999(1999)
Circle(2000)
Indígenous(2003)
Long way home(2005)
Chansin the sun(2006)
Broken lands(2008)
The acoustic Sessions(2010)

sexta-feira, 29 de julho de 2011

CONHEÇA: SWEETKISS MOMMA

A turma do Sweetkiss Momma em foto promocional para o álbum "Revival Rock"
Capa do álbum "Revival Rock"
O Sweetkiss Momma é natural de Puyallup/Washington. O grupo foi formado em 2007 por Jeff Hamel(harmônica e vocais),Tyson Hickert(bateria),Aaron Arnold(guitarra,guitarra slide e backing vocais),Waid Hoyt(guitarra e backing vocais) e Randy Jackson(baixo). Na realidade ouvindo o Sweetkiss Momma,é fácil voltar no tempo e se imaginar no ano de 1974 em casa num quarto decorado com posters por todos os lados ouvindo um LP de uma legítima banda de southern rock fazendo pulsar os alto-falantes das caixas de som de um antigo "Gradiente". A música "Come Clean",é de uma beleza tão emocionante que parece ter vinda direto dos antigos discos do "Lynyrd Skynyrd". Esses caras são tão fiéis ao rock setentista que batizaram seu álbum de estréia com o sugestivo nome de "Revival Rock",querem título mais apropriado? Bem vindo ao rock 'n' roll puro e honesto do Sweetkiss Momma.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

OBAAAA !!!! O FACES ESTÁ DE VOLTA.

O nôvo Faces com Mick Hucknall nos vocais substituindo Rod Stewart
O guitarrista Ron Wood resolveu reunir novamente o lendário Faces após 36 anos desmembrado. O grupo acabou em 1975 com a saída do lead singer Rod Stewart o qual não fáz parte da nova formação que conta ainda com Kenney Jones e Ian Mclagan(Membros originais ao lado de Wood),Glen Matlock(Ex Sex Pistols,Baixo) e Mick Hucknall(Simple Red,Vocais,a semelhança da vóz de Hucknell com a de Stewart é impressionante). Desde o ano passado que a banda vinhe se apresentando exporádicamente na Inglaterra,porém,no início dessse ano eles resolveram excursionar percorrendo a Europa dependendo da disponibilidade de cada músico,uma das últimas apresentações do nôvo faces,foi no dia 08 de Julho na Holanda.Nos planos dos senhores rockeiros,nada de disco com músicas inéditas,o lance mesmo é muita curtição na estrada.No set list dos shows,somente clássicos antigos e alguns hits dos Small Faces(Uma outra banda que contava com Kenney Jones,Ian Mclagan,Ronnie Lane e Steve Marriott). Longa vida ao Rock'n'Roll!!!!!!

segunda-feira, 25 de julho de 2011

KOSSOFF,KIRKE,TETSU & RABBIT: A saga do Free que terminou no Bad Company.

Contra Capa Ábum  KKTR
Capa Ábum Solo de Paul Kossoff
Quando o Free rachou pela primeira vez em 1970,já era considerado um dos grandes nomes do rock Britânico com quatro álbuns lançados. O baterista Simon Kirke Simon Kirke tentando evitar que seu colega o guitarrista Paul Kossoff entrasse em depressão e se afundasse  completamente nas drogas,resolveu investir em outro projeto dando cotinuídade ao trabalho do Free. Kirke e Kossoff convocaram dois estrangeiros para a nova empreitada,o nipônico Tetsu Yamauchi(Baixo) e o norte americano John "Rabbit" Bundrick(Vocais e Teclados). Decididos a não usar o nome do ex grupo,a tarefa na escolha para o batismo da nova banda foi mais que óbvia: Kossoff,Kirke,Tetsu & Rabbit,na sequência,partiram para os ensaios,composições,pré-produção e finalmente a gravação do único disco autointitulado. O lp foi concluido no verão de 1971 e lançado no ano seguinte pela Island Records trazendo o mesmo blues rock influente do Free.Tetsu e Rabbit souberam desempenhar muito bem suas funções e após algumas pouquíssimas turnês pelo interior da Inglaterra,o guitarrista Paul Kossoff se viu no desespero pelo constante uso de heroína e a conta bancária praticamente zerada. Ao perceber o tamanho do problema,seus ex companheiros Paul Rodgers e Andy Fraser resolveram ajudar o amigo, e em comum acôrdo com Simon Kirke,reagrupam o Free novamente e a toque de caixa gravam e lançam "Free At The Last" tambem em 1972,o lançamento não foi o esperado más o hit single "Little Bit Of Love" chegou a despontar nas paradas. Depois dessa zorra toda o Japonês Tetsu Yamauchi resolveu fazer um trabalho solo chamado apenas "Tetsu",John Bundrick voltou a trabalhar como músico de estúdio,os dois se reencontrariam novamente ao núcleo do Free em 1973 colaborando com Kossoff,Rodgers e Kirke na gravação de "Heartbreaker",Bundrick e Rodgers participaram tambem de "Back Street Crawler" de Paul Kossoff que viria a falecer de um ataque cardiáco fulminante em 19 de março de 1976. Enquanto isso Yamauchi seria convocado pelo Faces(de Rod Stewart),para assumir o posto de Ronnie Lane,Andy Fraser após desmontar o Sharks,formou a Andy Fraser Band,quanto a Simon Kirke e Paul Rodgers,ambos criaram o super grupo Bad Company eventualmente ainda em atividade.

sábado, 23 de julho de 2011

CONHEÇA: ERIC SARDINAS E SEU BLUES ROCK

Sardinas e seu inseparável dobro envenenado
O Norte Americano Eric Sardinas,encontrou uma maneira bastante peculiar de tocar. O guitarrista equipou seu velho *dobro-violão de aço-com captadores e amps de guitarras,colocou um* bottleneck no dedo mindinho e saiu incendiando costa à costa dos estados unidos com o seu Blues Rock contagiante e avassalador.  Os solos que Eric tira de seu instrumento são verdadeiras misturas do Delta Blues com o Rock'n'Roll. Eric Sardinas começou a tocar guitarra com seis anos de idade,tempos depois já com pouco mais de quinze, descobriu o blues e foi totalmente influenciado por gente como Big Bill Broonzy,Fred Mcdowell,Jimi Hendrix,Johnny Winter e Eric Clapton,se mudou de Fort Lauderdale na Flórida para Los Angeles onde passou a tocar nas esquinas em troca de alguma grana,de imediato comheceu e uniu-se ao baixista Paul Loranger e ao baterista Scott Palacios,sem perder tempo,o trio vai para a estrada e começa a se apresentar em pub's e clubes chegando a realização de aproximadamente trezentos shows por ano. Em Fevereiro de 1999 de contrato com a Evidence Records,é lançado "Treat Me Right" álbum com excelente desempenho nas paradas de Blues e Rock'n'Roll. Em 2001 ainda pela mesma gravadora sai  "Devil's Train" um disco com letras recheadas de bourbon,mulheres e muito slide na velocidade da luz..Sardinas ainda gravaria "Black Pearls"(2003-Favored Nations Records) e "Eric Sardinas & Big Motor"(2008-Friday Music). Hoje com 41 anos Eric Sardinas não grava algo inédito há bastante tempo,porém sua carreira vai muitíssimo bem com apresentações sempre lotadas, além do músico ser um exemplo de como o Blues ainda consegue evoluir e honrar os seus antepassados.
Discografia:
Ops. Os álbuns de Eric Sardinas lançados até hoje já foram descritos acima.
*Bottleneck: Dedal de aço ou vidro criado pelos antigos blueseiros servindo para que os guitarristas pratíquem a téctica conhecida como slide.
*Dobro: A capa do disco "Brothers In Army" do Dire Straits,mostra com exatidão a fotografia de um dobro,confira.

sexta-feira, 22 de julho de 2011

CLASSIC BOOTLEG : The Allman Brothers Band >>RFK Stadium 1973


O The Allman Brothers Band ainda tentando superar as perdas de Duane Allman e Berry Oakley,cai na estrada ao lado do Grateful Dead para divulgar o álbum "Brothers And Sisters" lançado em 1973. Essa foi exatamente uma das primeiras turnês que contava apenas com um guitarrista,o genial Dickey Betts(um dos meus  favortitos ao lado de Eric Clapton e Carlos Santana). O tecladista e vocalista Gregg Allman em raros momentos exercia tal  função fazendo guitarra base. Durante a execução dos temas, é nítida a ausência dos solos gêmeos entre Duane e Betts e que ao longo do tempo se tornariam marca registrada da banda. A gravação desse bootleg,foi retirada de uma apresentação do The Allman Brothers Band realizada em Washington no R.F.K(Robert F. Kennedy Memorial Stadium)no dia 09 de Junho de 1973. No encore,durante a música "Mountain Jam" participam os músicos  Bob Weir(Grateful Dead) e Ronnie Montrose(Montrose). Formação:


Gregg Allman: Lead Vocals-Organ-Guitar
Dickey Betts: Lead Guitar-Slide Guitar-Vocals
Butch Trucks: Drums
Jaimoe Johanson: Drums
Lamar Williams: Bass
Chuck Leavell: Piano-Keyboards

Áudio com qualidade Soundboard.

segunda-feira, 18 de julho de 2011

SINGLE COLLETORS : Goodbye Madia Man >> Tom Fogerty

Capa original do Single "Goodbye Madia Man"
Primeiro registro fonográfico oficial do guitarrista Norte Americano Thomas Richard Fogerty(Tom Fogerty)após sua saída do "Creedence Clearwater Revival". Lançado em Abril de 1971 pela "Fantasy",o single(ou compácto com queiram) trazia a música "Goodbye Media Man" divididas em partes I e II seguindo a sequência lados A e B do disco,recurso adotado devido a longa duração da canção,exatos 6 min. e 13 s. Este lançamento chegou ao top 20 da Billboard com um rock'n'roll potente á base de guitarra,baixo,orgão hammond,fender rhodes piano e uma bateria muito bém executada com  excelente afinação de caixa e viradas certeiras. Dizem até hoje que Tom gravou todos os instrumentos,é provável já que a contra capa do disquinho não apresenta ficha técnica. A partir daí,Tom Fogerty seguiria carreira solo alternando bons e fracos álbuns,gravaria até 1984,vindo a falecer seis anos depois. Em 1999,a canção foi incluida como bonus track no relançamento do álbum "Axcalibur" original de 1972.

sábado, 16 de julho de 2011

CONHEÇA: RHINO BUCKET

Simon Wright tocando com o Rhino Bucket
Rhino Bucket
O Rhino Bucket não é da Austrália más toca muito parecido com o AC/DC.
O grupo foi formado no ano de 1988 em Los Angeles
por George Dolivo(Guitarra e Vocais),Greg Fields(Guitarra solo,Guitarra Slide e Vocais),Downes Reeve(Baixo) e Rick Kubach(Bateria). Nessa época eles já eram tão famosos quanto outras bandas que despontavam na cena Californiana do hard rock tais como Junkyard e o The Four Horsemen.Em 1989 o Rhino Bucket ganha um contrato com a Warner Brothers por onde lançam em 1990 o auto-intitulado álbum de estréia e já contando com Liam Jason na bateria.Em 1992 eles apresentam "Get Used To It" com a produção do experiente Terry Manning,o destaque fica por conta da música "Ride With Yourself" a qual fêz parte da trilha sonora do filme "Waine's World"(Quanto mais idiota melhor).No ano seguinte o ex baterista do AC/DC Simon Wright assume as baquetas que troca de mãos pela segunda vêz.Com Simon eles gravam "Pain"(1994) e vão para a estrada em uma extensa turnê que duraria até o início de 1996 quando todos resolvem tirar férias prolongadas.Na década seguinte eles retornam com algumas alterações no line up,sai  Greg Fields e entra o ex Kix Brian "Damege" Forsythe na guitarra solo,e no banquinho dos tambores estava Dust Watson,nesse período o Rhino Bucket trabalhou basicamente com trilhas sonoras e algumas apresentações.Chega Abril de 2006 e de contrato assinado com uma independente a Acetate Records,eles gravam "And Then It Got Ugly" e iniciam excursão com o Supersuckers e o Kix.Em 2007 a gravadora coloca no mercado a compilação "No Song Left Behind" contendo outtakes e registros ao vivo,em julho Simon Wright reaparece tocando numa canja com o grupo no Rocklahoma Festival.A chegada de 2009 tráz mais um trabalho de inéditas "The Hardst Town" com Simon Wright novamente reintegrado na banda.No ano seguinte o Rhino Bucket confirma uma excursão pela Europa cobrindo quatorze países em aproximadamente quarenta e cinco dias,essa gig marcou o retorno dos caras ao velho continente depois de 15 anos.No momento os rapazes do Rhino Bucket estão na estrada divulgando "Whos Got Mine" lançado em fevereiro deste ano,na bateria mais uma troca,quém comanda agora é Anthony "Tiny" Biuso ex integrante do TSOL.Se você por acaso ouvir alguma música do Rhino Bucket e confundir com o AC/DC,está provado que a semelhança é mesmo uma mera coincidência.
Discografia de álbuns:
Rhino Bucket(1990)
Get Used To It(1992)
Pain(1994)
And Then It Got Ugly(2006)
The Hardest Town(2009)
Who's Got Mine(2011)

domingo, 3 de julho de 2011

SINGLE COLLECTORS : I Shot The Sheriff/Give Me Strength >> Eric Clapton

Capa Original do Single:I Shot The Sheriff/Give Me Strength
Além de exímio guitarrista,compositor e cantor,o Inglês Eric Clapton tem o dom de pegar temas de outros autores criar sua própria versão e conseguir na maioria das vezes superar a gravação original,foi assim com "Little Wing"(Jimi Hendrix),"Cocaine e After Midnight"(J.J.Cale),"Knockin' On Heaven's Door"(Bob Dylan),"Love Comes To Everyone"(George Harrison) e tantas outras. A música"I Shot The Sheriff"(Bob Marley) não foge a regra,ela foi apresentada à Clapton pelo baixista Carl Radle durante as sessões de gravação do álbum "461 Ocean Boulevard",Radle convenceu Mr. Slowhand à gravar a canção após colocar o LP "Burnin'"(1973) dos Wailers gravado num K7 pra tocar. A levada reggae foi sutilmente transformada numa batida soul de deixar qualquer mortal chapado logo na primeira audição,o single lançado em Julho de 1974 pela RSO/Polydor,alcançou os primeiros lugares na Europa e EUA. Eric Clapton chegou a declarar na época que não entendeu muito bém a letra,o que foi prontamente explicado por Bob Marley que atirar no sheriff seria a mesma coisa que puxar o gatilho contra a fome,o racismo,a desigualdade social,o poder dos governantes etc..etc. "I Shot The Sheriff" na vóz de Eric Clapton serviu para o mundo descobrir aquele que seria o legítimo representante do reggae,gênero musical que estouraria no ano seguinte ao lançamento deste importante single.
Gravação incluida no álbum:
Eric Clapton "461 Ocean Boulevard" RSO/Polydor - 1974

sexta-feira, 1 de julho de 2011

CLASSIC BOOTLEG: Live At Manchester University/Phil Manzanera/ 801

Capa do Bootleg 801 Live At Manchester University
801 com um bolo comemorativo à um ano de tour
Alguns Sites sitam esse disco como um legítimo Bootleg,outros no entanto o colocam como um álbum oficial,tanto fáz,a gravação em questão captura o grupo 801 tocando em Manchester(Inglaterra) na Universidade local no dia 11/02/1977. Naquela ocasião,a banda excursionava divulgando"Listen Now"(1977) o segundo disco-desta vêz de estúdio já que o primeiro foi o ao vivo 801 Live(1976).Nessas apresentações o line up já estava bastante diferente,Brian Eno,Lloyd Watson e Simon Phillips não faziam mais parte do 801. A qualidade de gravação é excelente,levando a crermos que realmente trata-se de um lançamento oficializado. No set list da turnê foi incluída a música "Out Of The Blue" gravada originalmente pelo Roxy Music com a participação especial do violinista e tecladista Eddie Jobson(Roxy Music,Jethro Tull e UK),outro ex Roxy Music que tambem fêz parte dessa gig,foi o baterista Paul Thompson.
Fornação na época:
Phil Manzanera: Guitar- Vocals
David Skinner: Keyboards - Vocals
Bill McCormick: Vocals - Bassguitar
Simon Ainlay: Slide Guitar
Paul Thompson: Drums
Eddie Jobson: Violin(Special Guest on "Out Of The Blue")