sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Jo Jo Gunne:Jay Ferguson e Mark Andes se livrando das garras de Randy California.

O Jo Jo Gunne em 1972
Em 1971 o tecladista/vocalista Jay Ferguson e o baixista Mark Andes,já estavam de saco cheios das idéias psicodélicas que o guitarrista Randy California vinha desenvolvendo no grupo Spirit. Após alguns meses Ferguson e Andes resolveram deixar o Spirit em busca de um som pesado- o grande lance naquela época-os músicos desistentes logo de imediato convocaram Matt Andes-irmão de Mark-para as guitarras e Curlly Smith para a bateria,estava formada uma das melhores bandas de heavy rock setentista,o Jo Jo Gunne,nome inspirado numa canção de Chuck Berry(Jo Jo Gun). Baseados em Los Angeles,o Jo Jo Gunne tratou logo de iniciar os ensaios aproveitando algumas composições que Ferguson e Andes estavam trabalhando junto ao Spirit e após assinarem um contrato com a Asylum Records,eles lançam em 1972 o disco de estréia e logo de cara foram para o top 40 do ranking com o hit single "Run,Run,Run",enquanto isso outro petardo "Shake That Fat" estacionava entre as primeiras colocadas nas paradas Americanas. Quando tudo parecia caminhar as mil maravilhas,o baixista Mark Andes pede demissão pegando todos de surpresa inclusive o mano Matt. Para ocupar o lugar vago de baixista,Jay Ferguson convoca o novato porém experiente Jimmy Randall. Em 1973 o Jo Jo Gunne lança um nôvo e excelente  álbum,"Bite Down Hard" que emplaca a pauleira " Ready Freddy" a qual é lançada em mais um single junto com "Wait a Lifetime"ajudando a alavancar o LP para o Top 20. Ainda em 1973 a  Asylum aproveita a boa fase dos meninos e pressiona por mais um disco,eles gravam e lançam de imediato "Jumpin' The Gunne" com produção do afamado Bill Szymczyk,mais dois hits não param de tocar nas rádios "I Wanna Lose You" e "To The Island". Com tanto socesso,turnês e a famigerada pressão da gravadora a fórmula acaba desgastanto,ainda assim no ano seguinte a turma arrumou tempo e disposição para mais um lançamento "So....Where's The Show",um trabalho bastante inferior comparado aos tres discos gravados anteriormente. Em 1975 Jay Ferguson encerrou as atividades do Jo Jo Gunne para iniciar uma carreira solo além de tocar nos discos e excurcionar com Joe Walsh. Mark Andes reapareceria integrando os grupos Firefall e Heart das irmãs Wilson. Em 2005 a formação original do Jo Jo Gunne sem Ferguson substituido por John Steahely,voltou à ativa numa gig de curta temporada para divulgar a coletânea "Big Chain",recentemente surgiram rumores do retorno de Ferguson ao conjunto,o que não foi confirmado.

Discografia Básica:
Jo Jo Gunne(1972/Asylum)
Bite Down Hard(1973/Asylum)
Jumpin' The Gunne(1973/Asylum)

Nenhum comentário:

Postar um comentário