terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Cat Stevens=Yusuf Islam

Cat Steves como Yusuf Islam
Cat Stevens nos anos setenta
Confesso que nos anos setenta ouvia muito mais Cat Stevens do que Bob Dylan e fiquei chateadíssimo quando o músico inglês abandonou a carreira de pop star para se converter ao Islamismo. Na minha mente Cat Stevens passaria o dia todo meditando nas mesquitas muçulmanas aposentando por completo suas qualidades de cantor,compositor e violonista e isso realmente aconteceu por um período. Um certo dia resolvi ouvir um álbum do trabalho atual do então Sr.Yusuf Islam,escolhi o CD "roadsinger" lançado em 2009 e para minha surpresa e grata satisfação achei o disco simplesmente genial. O estilo próprio de compor,tocar e cantar continua o mesmo,a vóz de Cat Stevens oh desculpem,Yusuf Islam ainda permanece tão boa quanto antes sempre conservada à base de chás consumidos no oriente médio.Hoje com mais de sessenta anos de idade Stevens não perdeu a candura de suas composições e continua ser o mesmo cara que nos brindou com verdadeiros clássicos do folk/rock
tais como:" I Wish,I Wish", "Peace Train","Lady D'Arbanville","Moonshadow","Father And Sun",Oh Very Young","The Hurt"."Bitterblue" e Tantos outros contidos em discos inesquecíveis senão vejamos: "Mona Bone Jakon",'Tea For The Tillerman","Teaser & The Firecat" e "Buddah And The Chocolate Box". Que as palavras escritas no Alcorão continuem à iluminar Yusuf Islam ou como sempre vou chama-lo,CAT STEVENS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário