terça-feira, 21 de junho de 2011

TOUCH: A VIDA CURTA DE UMA EXCELENTE BANDA DE HARD ROCK

Touch foi formado em 1979 na cidade de nova york pelo tecladista/vocalista Mark Mangold após desistir do American Tears um grupo de relativo sucesso e que já possuia três discos gravados entre 1974 à 1977. Mark Mangold juntou-se ao guitarrista tambem vocalista Craig Brooks e ambos não tinham outra intensão a não ser em montar uma banda  com o estilo voltado para o rock de arena ou como os críticos gostam de rotular hoje em dia,o AOR(Adult Oriented Rock),para completar o projeto,são convidados Doug Howard para o baixo e Glen Kithcart para a bateria. O nome Touch foi escolhido por acharem apropriado para aquela ocasião,seria como um toque de mestre para que tudo comece a funcionar e foi justamente o que aconteceu passados alguns meses de exaustivos ensaios,várias canções prontas e um contrato assinado com a poderosa Atco/Atlantic. No início de 1980 o Touch lança o seu primeiro homônimo álbum,a gravadora erroneamente extrai do play a música "When The Spirit Moves You" para lançar em single,porém o hit que fêz o disco emplacar foi "Don't You Know What Love Is",uma balada pesadíssima e muito bem tocada curiosamente lançada em compacto somente no ano seguinte depois que os executivos da Atco perceberem a execução maciça dessa canção nas rádios,colocando o Touch como uma grande revelação entre os conjuntos de melodic rock. Esse sucesso todo contribuiu para a escalação dos meninos na primeira edição do Monsters Of Rock Festival(Atual Download Festival) onde atuaram ao lado de Rainbow,Judas Priest,Scorpions,April Wine,Riot e Saxon. Um fato curioso marcou a passagem do Touch nesse famoso festival,um dos seus integrantes logo que terminou o set,correu para o backstage com tanta sede que acabou engolindo uma vespa ao beber o primeiro gole de uma serveja em lata. Com o nome despontando e o primeiro trabalho vendendo bem,chagava o momento de pensar no segundo,e material para um nôvo disco eles já tinham de sobra. Atendendo uma sugestão da Atco,convocam o genial Todd Rundgren para a produção,o resultado dessa parceria é Touch II(1982),apesar da enorme experiência de Rundgren,o disco não corresponde as expectativas da gravadora,eles ainda tentam alguma coisa com o lançamento do single "Just One Step",tudo em vão Touch II é fracasso total,a Atco não renova o contrato e Craig Brooks totalmente desanimado acaba demitindo-se,em comum acordo Mark,Doug e Glen encerram de uma vêz por todas as atividades do Touch com o mesmo toque de mestre com que iniciaram.
Discografia Completa:
Álbuns:
Touch..............................1980
Touch II............................1982
Compilações:
Monsters Of Rock Festival.................1980(Polydor: ao vivo,aparece em uma faixa)
The Complete Works............................1998(Cd duplo incluindo os dois álbuns oficiais mais bonus tracks,edição Japonesa)
Singles:
When The Spirit Moves You..................1980
Don't You Know What Love Is.................1981
Just One Step..............................................1982

Nenhum comentário:

Postar um comentário