terça-feira, 8 de janeiro de 2013

ELES CANTARAM NO BLACK SABBATH

Depois da saída de Ozzy Osbourne do Black Sabbath,Tony Iommi jamais conseguiu alguém para os vocais com tanta afininade entre os fãs da banda. Para alguns o Black Sabbath acabou quando Ozzy pediu as contas,para outros,Ronnie James Dio foi o único com competência para substituir o madman. Exageros à parte,o Black Sabbath com ou sem Ozzy ou Dio,continuou com outros bons vocalista realizando o seu maior objetivo:representar de maneira brilhante aquilo que costumamos chamar de Heavy Metal.

Eis aqui os nomes de todos os vocalistas que seguraram o microfone do Black Sabbath:

Ozzy Osbourne(1969-1977/1978-1979)
John Michael "Ozzy" Osbourne até 1979,gravou 08 álbuns oficiais com o Black Sabbath.Além de cantar,Ozzy contribuiu em várias composições do grupo,hoje consideradas bastante significativas.O vocalista afirmaria mais tarde que a qualidade da banda,partia de sua performance tanto no estúdio como no palco.Ozzy Osbourne tem se reunido frequentemente com Iommi e Butler.


 David Walker (1977-1978)
 O desconhecido David Walker(Savoy Brown),foi o escolhido para substituir Ozzy Osbourne quando este deixou o Black Sabbath pela primeira vêz em 1977. Após algumas apresentações nas datas finais da turnê de Technical Ecstasy,perceberam a necessidade urgente do retorno de Ozzy.Coube à Tony Iommi convencer o cantor de seu retorno para gravar o disco seguinte Never Say Die.

Ronnie James Dio(1979-1982/1991-1992)
Depois de Ozzy,Dio foi o cara. Quando deixou o Rainbow puto com Blackmore,o vocalista entrou no Sabbath,aceitando um convite feito por Tony Iommi. Os dois mais Geezer Butler e Bill Ward,gravaram o genial Heaven And Hell(1980). Por algum motivo até hoje não muiito bém elucidado,o baterista Bill Ward saiu entrando em seu posto,o novato Vinny Appice(irmaõ de Carmine). Com Appice,Butler,Iommi e Dio,eles lançam outra pérola: Bob Rules(1981). Durante as mixagens do duplo ao vivo Live Evil(1982),Dio alterou para mais o volume de sua vóz sem a anuência de Iommi,que não gostou nem um pouco. Este fato colocaria a parceria deles em risco. Passado alguns dias,o vocalista comunicou sua saída e ainda levou consigo Vinny Appice para um novíssimo projeto(a banda Dio). Ronnie James Dio retornaria ao Black Sabbath em 1992 para o álbum e a turnê Dehumanizer. Ele veio a falecer  em 16 de Maio de 2010.

Ian Gillan(1983-1984)
Quando todos imaginavam o fim do Black Sabbath depois da primeira desistência de Ronnie James Dio,o guitarrista Tony Iommi nos surpreendeu ao anunciar Ian Gillan(Deep Purple)como o novo vocalista. Gillan tivera que driblar seus ex colegas do Deep Purple,alegando problemas nas cordas vocais. Somente dessa maneira eles o deixariam decidir pelo Black Sabbath,em troca de uma possivel reunião da MK II do Purple naquele momento. Ian Gillan Gravou e realizou a turnê do excelente Born Again(1983). Nas apresentações,uma versão Sabbathiana para "Smoke On The Water".

Glen Hughes(1985-1986)
No início de 1985,o guitarrista Tony Iommi planeja seu primeoro disco solo,monta uma super banda contando dentre outros com Eric Singer(Alice Cooper) na bateria e Glenn Hughes(Trapaze e Deep Purple) assumindo somente os vocais(deixando de lado o contra baixo).O álbum é batizado de Seventh Star,e no momento do lançamento,os executivos da gravadora Vertigo exigem a exibição do nome "Black Sabbath" e dessa forma Seventh Star:Black Sabbath Featuring Tony Iommi é lançado. Durante os concertos,Hughes costumava esquecer as letras das músicas gravadas por Ozzy,além de uma contusão crônica no joelho esquerdo(consequência de uma queda de moto)que o impedia de ficar em pé por muito tempo,além dos problemas visiveis com as drogas pesadas. Nesse mesmo período,houve uma briga terrível no backstage entre Hughes e o manager tour do Black Sabbath,com o cantor ganhando um nariz fragmentado,tendo inclusive que se submeter à uma cirurgia de emergência.Todos esses fatos e outros,causaram a demissão de Glenn Hughes do Black Sabbath em 1986.

Ray Gillen(1986-1987)
Ray Gillen que havia integrado o grupo Sun Red Sun,era dono de uma vóz potentíssima estilo Robert Plant(Led Zeppelin),por isso foi escolhido para o lugar de Glenn Hughes. Ele cumpriu o restante da excursão de promoção do disco Seventh Star:Black Sabbth Featuring Tony Iommi,e gravou as demos do trabalho seguinte:The Eternal Idol. Sem nenhuma justificativa,Gillen desistiu do Sabbath para dedicar-se ao Blue Murder junto com John Sykes(Tygers Of Pan Tang/Thin Lizzy/Whitesnake),Tony Franklin(The Firm) e Cozzy Powell. Quando todo parecia caminhar sem nenhum problema,Powell pulou fora,Ray Gillen também,preferindo formar outra banda chamada Badland em companhia do guitarrista Jack E.Lee(Ozzy) e do baterista Eric Singer. Ray Gillen morreu em 01.12.1993

Tony Martin(1987-1991/1993-1996)
O cantor Tony Martin,se tornou o preferido do xará Tony Iommi,talvez por ter o mesmo timbre de vóz que possuía Ronnie James Dio. Foi Martin quem refez todos os vocais em The Eternal Idol(originalmente gravado por Ray Gillen).A partir desse disco,o cantor se manteve no posto de front man do Black Sabbath até 1996.

Rob Halford(1992 e 2004)
O eterno vocalista do Judas Priest,cantou no Sabbath somente para quebrar um galho em situações idênticas. A primeira substituindo um dia antes,o titular Ronnie James Dio que se recusara a cantar com o Black Sabbath abrindo para Ozzy Osbourne num show em Costa Mesa, California,em Novembro de 1992. A segunda participação de Halford com o Sabbath,foi durante o Ozzyfest em 2004. Ozzy Osbourne atacado de uma forte bronquite,perdeu a vóz,e Sharon Osbourne(esposa e empresária de Ozzy) nem pensou duas vezes em convocar Rob Halford.

Outros vocalistas menos importantes:

David "Donut" Donato(1984)
Ron Keel(1984)

Esses dois,fizeram testes para substituir Ian Gillan,mas quem ganhou a vaga foi Glenn Hughes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário