terça-feira, 31 de julho de 2012

TOP TEN: Dez discos para você ouvir e entender o rock progressivo

Com a diversidade de vertentes dentro do rock progressivo,é quase impossivel a montagem de uma lista com somente 10 discos do gênero.Existem mais de 100 álbuns que considero importantíssimos para o surgimento e consolidação do estilo. Tentarei ser o mais sucinto possivel ao expor 10 discos que considero importantes,para quem deseja entender o movimento ou até mesmo, para que você possa conferir se algum deles,faz parte de sua discoteca.

10) Brain Salad Surgery:Emerson Lake And Palmer(1973/Manticore)
Quinto disco do ELP trazendo composições vanguardistas com passagens eruditas. É o caso de Karn Evil 9 partes I e II,Primeira,Segunda e Terceira impressions,uma adaptação para Toccata do compositor argentino Alberto Ginastera,Jerusalem e a bela Still...You Turn Me on com o vozeirão de Greg Lake. A participação de Peter Sinfield,como letrista é intensa,já que ele escreveu a maioria das letras do álbum.Sanfield já havia trabalhado com o Kung Crimson e Premiata Forneria Marconi.

09) Mirage: Camel(1974/Deram)
Mirage é o segundo e mais significativo álbum do grupo.Peter Bardens(Key's),Andy Latimer(Gtr/Voc),Doug Ferguson(B),e Andy Ward(Ds),criaram canções elaboradas e cheias de vistuosismo,preparando o clima para o próximo trabalho,o também importantíssimo The Snow Goose.

08) The Wolrd Became The Wolrd:Premiata Forneria Marconi(1974/Manticore)
O Combo Italiano P.F.M,liderado pelo trio Flávio Premoli,Mauro Pagani, e Franco Mussida,contou com a ajuda de Peter Sinfield para conceber um dos melhores discos do progressivo sinfônico.

07) Bundles:Soft Machine(1975/Harvest)
Não essencialmente um disco de rock progressivo,mas sim progressista.o Soft Machine contando com o genial guitarrista Allan Holdsworth,misturou tudo: rock,jazz,experimentalismo,enfim,o Canterbury Sound.

06) Sailling England By The pound:Genesis(1973/Charisma)
Com a sua melhor formação e muito antes da dedicação ao pop,o Genesis ainda com Peter Gabriel nos vocais e Steve Hackett nas guitarras,colocou o dedo na ferida,criticando o império Britânico e a maneira tradicional de vida dos Ingleses. As passagens instrumentais do disco, não deixam dúvidas da competência dos músicos.No decorrer das décadas,o Genesis foi o grupo mais copiado do rock progressivo.

05) Moving Waves(ou Focus II):Focus(Polydor/1971)
Pensei em escalar o Focus III,mas preferi Moving Waves,pela maneira como eles conduzem suas canções cheias de nuanças eruditas,além é claro,de ser constatado o fato de que a banda era 100% instrumental,com destaque para o guitarrista Jan Akkerman. O hit Hocus Pocus,foi a única cantarolada no estilo Yodel(Bastante comum na Holanda) pelo tecladista Thijs Van Leer.

04) In A Glass House:Gentle Giant(1973/WWA/Vertigo)
In A Glass House é o quinto álbum do Gentle Giant,trazendo os irmãos Derek(Vocal) e Ray Shulman(Baixo,Violino,Vocal) em total liberdade no estúdio,criando peças que te deixam maravilhado logo na primeira audição. São arranjos com solos de violino,o tecladista Kerry Minear executando com maestria sua tecladeira elém de violão cello,vibraphone e xilophone,a guitarra eficiente de Gary Green e os compassos quebrados de difícil execução do baterista John Weather. Existe uma historinha a respeito desse disco que dizem ter o engenheiro de som, derramado um bule da chá sobre a fita matriz,obrigando o Gentle Giant à refazer tudo novamente,o que para os músicos, não foi nenhum problema.

03) Aqualung: Jethro Tull(1971/Island UK)
Poderia citar aqui o disco Thick As Brick,mas Aqualung, traz tudo o que Ian Anderson projetou para a banda:Folk Celta,Jazz,Blues, e Rock and Roll. O tema principal desse trabalho do Jethro Tull é polêmico porque ataca principalmente as divergências religiosas.

02) In The Court Of The Crimson King:King Crimson(1969/Island UK)
Primeiro trabalho do Rei Escarlate,e um dos mais importantes do gênero rock progressivo.Da porrada de 21 st Century Schizoid Man à suavidade de I Talk To The Wind,o álbum é um divisor entre o experimental raivoso e a simplicidade.

01) Fragile:Yes(1971/Atlantic)
Não é por ser fã do Yes,que deixei este disco para a poliposition. Na verdade Fragile,consolidou a banda como um dos pilares do progressivo sinfônico. Quem em sã consciência,questionaria o magnificência de músicas como:Heart Of The Sunrise,Cans And Brahms,South Side Of The Sky,Long Distance Runaround e o hit Roundabout?

Nota: Depois da lista pronta, esqueci de mencionar, pelo menos um disco do Pink Floyd. Corrigindo esse erro,diria que Atom Heard Mother,seria o mais indicado para fazer parte desse top ten,por ser um trabalho coeso,com belas passagens orquestrais,e já prevendo as viagens interplanetárias de The Dark Side Of The Moon e Wish You Were Here.

Nenhum comentário:

Postar um comentário