sexta-feira, 19 de outubro de 2012

LENDAS DO ROCK: Gentle Giant,uma devoção ao rock sinfônico.

O grupo inglês Gentle Giant,até hoje é sinônimo de dedicação ao rock progressivo,pois seus integrantes são músicos enganjados numa mistura de rock,jazz,música erudita e barroca. A lenda desse gigante do rock,tem início em Portsmouth na Inglaterra,local escolhido para morar pela família Shulman, egresso de Glasgow na Escócia. O patriarca dos Shulman era um jazzista que tocava trompete durante a noite na capital escocesa e dava duro durante o dia como corretor, para  criar seus rebentos. Já devidamente residindo em Londres,papai Shulman começa a dar aulas de música,com isso,o chalé da família vivia cheio de jovens tocando algum tipo de instrumento. Os irmãos Phil e Derek Shulman,haviam nascidos na Escócia e o caçula Ray,nasceria exatamente nesse ambiente totalmente musical,a diferença de idade entre eles é pouquíssima. Com aproximadamente uns sete anos de idade,Ray Shulman começou a ter aulas de trompete e logo em seguida passaria para o violino. Enquanto Phil se dedicava aos estudos,Ray e Derek passaram a tocar em pequenos grupos até que formaram o próprio: The Howling Wolves,empresariado pelo irmão estudante Phil. Em pouquíssimo tempo,Phil Shulman foi convencido a integrar a banda tocando saxofone. No final dos anos sessenta,eles trocaram de nome passando a se chamar Simon Dupree & The Big Sound e ganham contrato com uma obscura gravadora para gravar um único LP. Com um estilo pop demais,Derek,Phil e Ray resolveram reformular tudo e seguir a tendência do emergente rock progressivo,nascia assim o Gentle Giant,contando com os brothers Shulman, além de Kerry Minear(Teclados),Gary Green(Guitarra e Flauta), e Martin Smith(Bateria). Com esse line up eles lançam em 1970 pela Vertigo,o primeiro disco que leva o mesmo nome da banda. Esse trabalho já apresentava um enorme conceito de rock progressista,o grande destaque dos arranjos ficava para Kerry Minear um dos músicos mais eruditos do rock,tendo se formado na Real Academia de Música em composição e regência. A música de abertura desse primeiro disco chama-se também gentle giant. Jazzística,essa faixa conta a narrativa de um gigante inspirada no romance Pentagruel de Rabelais,por sinal que a figura desse gigante faria parte da história do Gentle Giante,aparecendo na maioria das capas dos discos do conjunto. Com o segundo trabalho "Acquiring The Taste"(1971)eles provaram que realmente estavam no caminho certo adquirindo cada vez mais o gosto pela música bém elaborada e de alto nível. Em 1972,a primeira alteração,sai Martin Smith para e entrada do excelente baterista John Weathers. Enfrentando algumas perplexidades durante algum período,o Gentle Giant acabou se tornando um sucesso absoluto de crítica e público na Europa,nesse tempo eles lançaram:"Three Friends"e "Octopus"(1972),a obra prima "In a Glass House"(1973) e "Power In The Glory"(1974). Às crises internas não poderiam faltar,e o Gentle Giant,se viu atordoado pelas baixas vendas dos dois últimos álbuns,a falta de grana, a saída de Phil Shulman e o mercado norte americano ainda não conquistado,geraram desavenças na banda. Finalmente em 1975,as portas do mercado americano foram abertas graças ao lançamento de "Free Hand",um álbum ainda progressivo,mas apresentando nuances de hard rock. Com as excelentes vendagens deste álbum,vieram as mega turnês e muitos dólares,veio também o início da falta de criação. Depois de "Interview"(1976) e do duplo ao vivo "Playing The Fool"(1977),o Gentle Giant não conseguiu criar outro trabalho que superasse os anteriores. Nos anos oitenta eles ainda lançariam o fraquísimo"Civilian". Na década seguinte,o gigante estava literalmente adormecido.somente gravações ao vivo- incluindo várias da BBC- foram lançadas. Nos anos atuais,nada mudaria com mais lançamentos em forma de compilações e registros de shows,colocando um ponto final na carreira de uma das maiores e mais importantes bandas do ROCK PROGRESSIVO.

Para vocês possam ter uma ideia da grandeza do Gentle Giante,listei a baixo os músicos e seus respectivos instrumentos:

Derek Shulman:(Além de cantar,Derek toca:Saxofone,Recorder,Teclados,Baixo,e Shulberry)
Ray Shulman:(Baixo,Trompete,Violino,Viola,Percussão,Guitarra e Vocais)
Phil Shulman:(Saxofone,Trompete,Clarinete,Percussão e vocal.Saiu da banda em 1972)
Kerry Minnear:(Teclados,Violão Cello,Vibrafone,Xilofone,Baixo,Guitarra Elétrica,Guitarra Acústica,Arranjos e vocais)
John Weathers:(Bateria,Percussão,Xylofone,Vibrafone,Guitarra e Vocais)
Gary Green:(Guitarras Elétricas e Acústicas,Mandolin,Baixo,Flauta e Vocais)

Discografia Básica:

Gentle Giant(1970/Vertigo)
Acquiring The Taste(1971/Vertigo)
Three Friends(1972/Vertigo)
Octopus(1972/Vertigo)
In a Glass House(1973/Vertigo)
The Power In The Glory(1974/Vertigo)
Free Hand(1975/Vertigo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário